Sintomas e Diagnóstico

Sintomas

Diagnóstico

Sintomas

O carcinoma da tiróide raramente causa sintomas nos seus estadios iniciais de desenvolvimento e frequentemente só é detectado à medida que o tumor aumenta de tamanho.
 


As pessoas podem detectar uma saliência na tiróide que vai aumentado de tamanho e fazendo pressão no esófago ou na traqueia. Esta situação pode causar problemas a comer, a respirar ou a falar.

 

Existem três tipos principais de carcinoma da tiróide: carcinoma diferenciado da tiróide, carcinoma anaplásico da tiróide e carcinoma medular da tiróide. 

Pode-se detectar um carcinoma da tiróide através de nódulos na tiróide, mas os sintomas de carcinoma da tiróide nem sempre são identificáveis à primeira vista. A maioria dos nódulos – pelo menos 90% - é de dimensão reduzida e não tem origem cancerígena. Contudo, alguns podem ter origem cancerígena e, por isso, é importante uma avaliação precoce dos nódulos na tiróide. Poderá sentir um nódulo na tiróide como uma saliência dolorosa no pescoço ou uma saliência na garganta percetível ao engolir. Esta saliência poderá ser eventualmente dura ao toque ou por vezes acompanhada por algum grau de inchaço no pescoço. 

Uma glândula tiroideia de grandes dimensões, por vezes denominada por bócio ou por inchaço da glândula tiróide, também pode revelar-se como uma saliência no pescoço e pode ter origem num quisto da tiróide, em hipertiroidismo (tiróide hiperativa) ou em hipotiroidismo (tiróide hipoativa). Contudo, existe a probabilidade destes sintomas serem causados por um nódulo na tiróide cancerígeno, pelo que é importante procurar ajuda médica, no caso de sentir alguns deste sintomas no pescoço.

O carcinoma diferenciado da tiróide é o tipo de carcinoma da tiróide mais prevalente – cerca de 19 em cada 20 pessoas têm este tipo de carcinoma da tiróide. Este carcinoma pode atingir os nódulos linfáticos cervicais, os pulmões e os ossos. O estadio do carcinoma diferenciado da tiróide depende da idade, sendo que quem tem uma idade inferior a 45 anos geralmente tem melhores resultados. 

O carcinoma anaplásico da tiróide é raro – menos de 1% das pessoas com carcinoma da tiróide têm este tipo. Esta forma de carcinoma da tiróide aparece geralmente como uma saliência no pescoço que aumenta rapidamente de dimensão. Os doentes frequentemente desenvolvem uma voz rouca, tendo também mais dificuldade em deglutir e respirar. Este tipo de carcinoma da tiróide pode ser agressivo e atingir os pulmões, os ossos e o cérebro. 

O carcinoma medular da tiróide também é pouco comum – apenas 1-2% das pessoas com carcinoma da tiróide têm este tipo. Aparece geralmente como um único nódulo na tiróide em doentes entre os 30 e os 70 anos. Este tipo de carcinoma frequentemente atinge os nódulos linfáticos cervicais, pelo que os doentes reparam primeiro num inchaço dos nódulos linfáticos do pescoço. Outros sintomas, como rubor e diarreia, podem indicar que o carcinoma da tiróide já atingiu outros tecidos ou órgãos. 

Os sinais e sintomas de problemas na tiróide podem ser investigados através de testes à tiróide, de forma a determinar qual a sua causa exata. Estes exames podem envolver técnicas imagiológicas, como um exame de corpo inteiro; ou uma biópsia aspirativa por agulha fina, utilizada para confirmar um diagnóstico, quando há suspeita de carcinoma da tiróide.