Carcinoma da Tiróide

Prognóstico

Avanços na medicina têm levado a melhores probabilidades de recuperação após um tratamento bem-sucedido do carcinoma da tiróide.

Isto significa que quem vive com este problema consegue habitualmente ultrapassar esta fase difícil e voltar a ter uma vida normal, apesar da maioria dos doentes continuar a precisar de monitorização para toda a vida.1 No carcinoma da tiróide, o factor de prognóstico mais importante é o tipo de carcinoma da tiróide. O carcinoma papilar da tiróide tem o melhor prognóstico – mais de 90% das pessoas com este tipo de carcinoma vivem 20 anos ou mais, após serem diagnosticadas. O prognóstico para o carcinoma folicular da tiróide é bom, sendo que mais de 70% das pessoas vivem 20 anos ou mais, depois de serem diagnosticadas.3

O carcinoma medular da tiróide também tem geralmente um prognóstico bom. Os números são apenas ligeiramente inferiores aos carcinomas papilar ou folicular da tiróide. Infelizmente, o prognóstico não é tão bom no caso de carcinoma da tiróide indiferenciado ou anaplásico.3

Outros factores importantes que afetam o prognóstico são a idade, o estadio do carcinoma na altura do diagnóstico e se as células cancerígenas já atingiram ou não outras partes do corpo. Pessoas com menos de 45 anos tendem a ter melhores resultados, o que é um bom factor de prognóstico.1

 

Prognóstico

O prognóstico a longo prazo do carcinoma medular da tiróide depende da idade na altura do diagnóstico e do estadio do carcinoma quando diagnosticado;

  • Se o carcinoma estiver limitado à glândula tiróide, a taxa de sobrevivência aos 10 anos é cerca de 90%
  • Se o carcinoma já invadiu nódulos linfáticos próximos ou outros tecidos do pescoço, a taxa de sobrevivência aos 10 anos é cerca de 70%
  • Se o carcinoma estiver num estadio mais avançado, a taxa de sobrevivência aos 10 anos é cerca de 20%

 



1. Schlumberger M and Pacini F. Thyroid Tumors 2nd Edition. Editions Nucleon, Paris. 1999.
2. Howlader N, Noone AM, Krapcho M, et al. SEER Cancer Statistics Review,1975–2011, National Cancer Institute. Bethesda, MD, http://seer.cancer.gov/csr/1975_2011/, based on November 2013 SEER data submission, posted to the SEER web site, April 2014. 
3. Hay ID, Klee GG. Thyroid cancer diagnosis and management. Clin Lab Med. 1993;13:725-734.